-
Postado em 22 de Abril de 2020 às 18h50

Apex e CNA realizam pesquisa sobre os impactos do coronavírus nas exportações

+ Agro (113)

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimento (Apex-Brasil), com o apoio da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), realiza uma pesquisa até o dia 30 de abril para saber quais são os impactos do novo coronavírus nas exportações agropecuárias.

De acordo com a coordenadora de Relações Internacionais da CNA, Camila Sande, o objetivo da pesquisa é desenvolver alternativas e soluções de negócios internacionais para empresários do setor que estão com dificuldade de exportar os produtos em razão da pandemia da Covid-19.

“Nós vamos avaliar cada caso e tentar atender pelas ações do Projeto Agro.Br, uma iniciativa da CNA, em parceria com a Apex-Brasil, que engloba ações de internacionalização e promoção comercial de produtos agrícolas brasileiros”, disse.

No formulário, o produtor deverá preencher informações sobre algum caso de interrupção das exportações e se houve registro de dificuldade ou paralisia no processo aduaneiro ou na distribuição interna de mercadorias. No caso de insumos, se houve algum problema de fornecimento.

Clique aqui para acessar a pesquisa.

 

Com informações Assessoria de Comunicação CNA

Veja também

Mapa prorroga por seis meses validade de Declarações de Aptidão do Pronaf (DAPs)26/03/20 O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo (SAF), prorrogou por seis meses o prazo de validade das Declarações de Aptidão ao Pronaf (DAPs) que vencem entre os dias 25 de março e 31 de dezembro de 2020. A medida será aplicada a todos os tipos de DAP Ativa. A medida ocorre com o......
Soluções tecnológicas nacionais para o agronegócio01/03Estação meteorológica produzida em Curitiba possui um conjunto de sensores para a medição de dados climáticos, módulo de coleta e transmissão de dados Não é mais novidade que a agricultura brasileira está cada vez mais "hightech" no gerenciamento das suas operações de produção agrícola. Nesta onda digital, os produtores já estão......
Praga da cigarrinha: produtor está com dificuldades para obter indenização29/03FAESC pedirá para a CNA interferir junto ao Ministério da Agricultura para que os produtores recebam a indenização via PROAGRO ou seguro rural A praga da cigarrinha já provocou a perda de 50% das lavouras de milho das regiões mais produtivas de Santa Catarina, mas os produtores estão tendo dificuldade em acionar as coberturas securitárias para indenização......

Voltar para EDITORIAS