-
Postado em 20 de Novembro de 2019 às 11h08

CNA prevê aumento de 7,2% no valor bruto da produção precuária em 2019

Mercado (134)

O Valor Bruto da Produção (VBP) do ramo pecuário deve alcançar R$ 234,5 bilhões em 2019, um crescimento de 7,2% se comparado ao ano passado. A estimativa é da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Segundo o assessor técnico do Núcleo Econômico da CNA, Paulo André Camuri, o aumento é reflexo da qualidade e da competitividade do produtor brasileiro e do surto de Peste Suína Africana (PSA), que atinge os rebanhos na China desde agosto de 2018.

"O avanço da doença no país asiático, que é o maior consumidor de carne suína do mundo, impactou o cenário global de oferta de alimentos e os preços, principalmente de carne suína e de frango", disse.

O boletim da Confederação destaca o bom momento das proteínas e aponta alta nos VBPs de suínos (24,7%), frangos (14,1%), leite (8,1%) e carne bovina (4%). Apenas o setor de ovos deve ter queda (-12,7%).

Dados até outubro mostram que o VBP, que mede o faturamento bruto da atividade "da porteira para dentro", deve chegar a R$ 614,55 bilhões, um leve aumento de 0,1% frente a 2018.

Paulo explica que apesar da estabilidade, o VBP do ramo agrícola deve encerrar o ano com queda de -3,8%, alcançando R$ 380,1 bilhões.

O cenário de redução de 11,1% nos preços do café arábica e de 14,8% do robusta, somado à queda da produção, devem resultar em queda de 35,5% do VBP do café em relação ao ano anterior.

O VBP da soja também deve ter recuo de R$ 20 bilhões no VBP (-12%), por causa das reduções de 8,8% nos preços e de 3,6% na produção. Apesar dessas quedas, algumas culturas devem apresentar alta, como o milho (+16,8%) e o algodão (+11,9%).

Texto e gráfico: Assessoria de Comunicação CNA

Foto: Pixabay

Veja também

Vendas externas do agronegócio somam mais de US$ 8 bilhões em novembro11/12/19 As exportações do agronegócio somaram US$ 8,21 bilhões em novembro deste ano. O valor significou alta de 1% em relação ao total exportado em novembro de 2018 (US$ 8,13 bilhões). O crescimento ocorreu em função da expansão do quantum exportado (6%), enquanto o índice de preço das exportações caiu 4,7%. Segundo a......
Santa Catarina investe na melhoria genética da produção de tilápias20/10O investimento será de R$ 1,3 milhão. O objetivo é melhorar a produção e a produtividade da piscicultura catarinense, além de gerar renda e qualidade de vida Santa Catarina amplia pesquisa para desenvolver linhagem de tilápia mais adaptada ao cultivo no Estado. A Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural irá investir R$ 1,3 milhão para dar continuidade à......

Voltar para EDITORIAS