-
Postado em 20 de Novembro de 2019 às 11h08

CNA prevê aumento de 7,2% no valor bruto da produção precuária em 2019

Mercado (153)

O Valor Bruto da Produção (VBP) do ramo pecuário deve alcançar R$ 234,5 bilhões em 2019, um crescimento de 7,2% se comparado ao ano passado. A estimativa é da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Segundo o assessor técnico do Núcleo Econômico da CNA, Paulo André Camuri, o aumento é reflexo da qualidade e da competitividade do produtor brasileiro e do surto de Peste Suína Africana (PSA), que atinge os rebanhos na China desde agosto de 2018.

"O avanço da doença no país asiático, que é o maior consumidor de carne suína do mundo, impactou o cenário global de oferta de alimentos e os preços, principalmente de carne suína e de frango", disse.

O boletim da Confederação destaca o bom momento das proteínas e aponta alta nos VBPs de suínos (24,7%), frangos (14,1%), leite (8,1%) e carne bovina (4%). Apenas o setor de ovos deve ter queda (-12,7%).

Dados até outubro mostram que o VBP, que mede o faturamento bruto da atividade "da porteira para dentro", deve chegar a R$ 614,55 bilhões, um leve aumento de 0,1% frente a 2018.

Paulo explica que apesar da estabilidade, o VBP do ramo agrícola deve encerrar o ano com queda de -3,8%, alcançando R$ 380,1 bilhões.

O cenário de redução de 11,1% nos preços do café arábica e de 14,8% do robusta, somado à queda da produção, devem resultar em queda de 35,5% do VBP do café em relação ao ano anterior.

O VBP da soja também deve ter recuo de R$ 20 bilhões no VBP (-12%), por causa das reduções de 8,8% nos preços e de 3,6% na produção. Apesar dessas quedas, algumas culturas devem apresentar alta, como o milho (+16,8%) e o algodão (+11,9%).

Texto e gráfico: Assessoria de Comunicação CNA

Foto: Pixabay

Veja também

BRF anuncia recolhimento de 464 toneladas de frango por suspeita de salmonela14/02/19 A empresa BRF comunicou ontem ao Ministério da Agricultura (Mapa) e à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que está recolhendo de forma voluntária 464 toneladas de carne de frango por suspeita de presença da bactéria Salmonella enteritidis. No mercado doméstico estão sendo recolhidas 164,7 toneladas de frango in natura, em 13......
Custos de produção de suínos e de frangos de corte sobem mais de 6% em agosto15/10/20Custos mensais de produção de suínos e de frangos de corte calculados tiveram elevação em agosto. Os custos mensais de produção de suínos e de frangos de corte calculados pela CIAS, a Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa (embrapa.br/suínos-e-aves/cias), tiveram uma forte elevação em......

Voltar para EDITORIAS