-
Postado em 18 de Abril de 2019 às 12h23

Custos de produção de frangos de corte aumentam em março

Avicultura (36)

Os custos de produção de frangos de corte calculados pela CIAS, a Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa (embrapa.br/suinos-e-aves/cias) subiram 0,24% em março. O ICPFrango chegou a 216,82 pontos, encerrando a trajetória de queda nos custos verificada desde o início de 2019. Ainda assim, no ano, o ICPFrango acumula redução de 0,57%, enquanto nos últimos 12 meses a variação é de 3,88%.

Embora os custos com a nutrição dos animais tenham caído 0,80%, a inflação se deu pela alta de 1% na aquisição dos pintos de um dia. Com isso, o custo de produção do quilo do frango de corte vivo no Paraná passou de R$ 2,79 em fevereiro para R$ 2,80 em março, valor calculado a partir dos resultados em aviário tipo climatizado em pressão positiva.

Já o ICPSuíno caiu pelo segundo mês consecutivo em 2019. Em março, o índice calculado pela Embrapa foi de 218,22 pontos, o menor valor dos últimos 12 meses, baixando 0,39% em relação a fevereiro. No ano, o índice de custo de produção de suínos acumula -0,57% e -1,82% nos últimos 12 meses.

O custo por quilo vivo de suíno produzido em sistema de ciclo completo em Santa Catarina caiu de R$ 3,83 em fevereiro para R$ 3,81 em março (o menor valor desde março de 2018).

Os índices de custos de produção foram criados em 2011 pela equipe de socioeconomia da Embrapa Suínos e Aves e Conab. Santa Catarina e Paraná são usados como estados referência nos cálculos por serem os maiores produtores nacionais de suínos e de frangos de corte, respectivamente.

Aplicativo Custo Fácil - Disponível para download gratuito, o Custo Fácil auxilia o produtor integrado e a assistência técnica a estimar o custo de produção e obter relatórios para a gestão da granja. O Custo Fácil pode ser baixado em smartphones ou tablets com sistema Android na Google Play Store.

Planilha de custos do produtor - Produtores de suínos e de frango de corte integrados podem usar na gestão da granja uma planilha eletrônica feita pela Embrapa. Ela compara a receita obtida com os custos de produção, acompanhando a geração de caixa da granja e o impacto da prestação do financiamento. A planilha ainda analisa o resultado e apresenta uma estimativa da Taxa Interna de Retorno (TIR) do investimento. Ela pode ser baixada no site da CIAS.

Texto e ilustrações: Embrapa Aves e Suínos 

Veja também

Para um melhor controle da Escherichia coli06/11/19 Uma das bactérias mais comuns na avicultura, a Escherichia coli (E. coli) é responsável por perdas produtivas e prejuízos econômicos importantes, tanto em frangos de corte, como em aves de postura e também em matrizes. Presente no solo, na água, nas fezes e no próprio organismo da ave, a bactéria pode se manifestar com maior ou menor intensidade, de......
Para um melhor controle da Escherichia coli em granjas31/03Indicada para a vacinação de galinhas reprodutoras, galinhas poedeiras comerciais e frangos de corte, pode ser aplicada em aves de qualquer idade Uma das bactérias mais comuns na avicultura, a Escherichia coli (E. coli) é responsável por perdas produtivas e prejuízos econômicos importantes em frangos de corte, postura comercial e matrizes pesadas. Presente no solo, na......

Voltar para EDITORIAS