-
Postado em 18 de Março às 08h10

Custos de produção de suínos e de frangos de corte sobem em fevereiro

Mercado (133)

Os custos de produção de suínos e de frangos de corte calculados pela CIAS, a Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa, continuaram em alta no mês de fevereiro, acumulando 0,96% e 1,82%, respectivamente, na comparação com janeiro.

O ICPSuíno, que começou o ano em 244,53 pontos, chegou aos 246,88 pontos em fevereiro, continuando a tendência de alta que é registrada desde outubro de 2019. O gasto com a nutrição dos animais aumentou 0,95% apenas em fevereiro com relação a janeiro e chega a 10,76% nos últimos 12 meses. O custo por quilo vivo de suíno produzido em sistema de ciclo completo em Santa Catarina passou dos R$ 4,27 em janeiro para R$ 4,32 em fevereiro, maior valor desde julho de 2016.

Já o ICPFrango encerrou fevereiro nos 237,30 pontos, enquanto em janeiro o índice era de 233,05 pontos. O ICPFrango acumula altas praticamente desde agosto de 2019 (entre novembro e dezembro oscilou -0,01%). O custo de produção do quilo do frango de corte vivo no Paraná passou dos R$ 3,01 em janeiro para R$ 3,07 em fevereiro. Este é o valor mais alto desde junho de 2016.

Os índices de custos de produção foram criados em 2011 pela equipe de socioeconomia da Embrapa Suínos e Aves e Conab. Santa Catarina e Paraná são usados como estados referência nos cálculos por serem os maiores produtores nacionais de suínos e de frangos de corte, respectivamente.

Confira todas as informações acessando diretamente www.embrapa.br/suinos-e-aves/cias/custos.

Aplicativo Custo Fácil 

Disponível para download gratuito, o Custo Fácil auxilia o produtor integrado e a assistência técnica a estimar o custo de produção e obter relatórios para a gestão da granja. O Custo Fácil pode ser baixado em smartphones ou tablets com sistema Android na Google Play Store.

Planilha de custos do produtor 

Produtores de suínos e de frango de corte integrados podem usar na gestão da granja uma planilha eletrônica feita pela Embrapa. Ela compara a receita obtida com os custos de produção, acompanhando a geração de caixa da granja e o impacto da prestação do financiamento. A planilha ainda analisa o resultado e apresenta uma estimativa da Taxa Interna de Retorno (TIR) do investimento. Ela pode ser baixada no site da CIAS.

Com informações Embrapa Suínos e Aves

Veja também

PIB do agronegócio tem expansão de 6,75% em 202014/10Resultado dos sete primeiros meses do ano é reflexo da safra recorde de grãos e das exportações. Em julho, crescimento foi de 1,26% O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio cresceu 6,75% de janeiro a julho de 2020 na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e o pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). O resultado foi puxado principalmente pela safra recorde de grãos, que tem......
Receita do setor agropecuário cresce 3,1% 05/02/19 VBP supera R$ 600 bilhões, impulsionado pelo setor agrícola.  O Valor Bruto da Produção (VBP) do setor agropecuário, que mede o faturamento da atividade “dentro da porteira”, fechou 2018 em R$ 600,3......
Santa Catarina mantém alta nas exportações de carne suína08/04 Mesmo em meio a crise mundial causada pelo coronavírus, Santa Catarina amplia os embarques de carne suína. O estado é o maior exportador nacional do produto e acumula um faturamento de US$ 257,9 milhões no primeiro trimestre de......

Voltar para EDITORIAS