-
Postado em 31 de Julho de 2019 às 17h17

Estado calcula injetar R$ 200 milhões em investimentos no meio rural e pesqueiro de SC

Mercado (135)

O agronegócio é a base da economia de, e um dos grandes objetivos do Governo é aumentar a renda e a capacidade de investimento dos pequenos agricultores. Os programas de fomento da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural foram reformulados e estão de volta com novas linhas de apoio. Com a liberação dos programas, o governador Carlos Moisés e o secretário Ricardo de Gouvêa esperam injetar R$ 200 milhões em investimentos no meio rural e pesqueiro de Santa Catarina – sendo que R$ 61,6 milhões são com recursos do Estado.

"Os nossos Programas já estão em andamento em todas as regiões do estado e à disposição dos produtores e pescadores. Este ano, fizemos algumas alterações e trouxemos novidades para incentivar a inovação e a permanência do jovem no meio rural. Queremos estar ao lado dos produtores rurais e pescadores para que eles possam tomar as decisões mais acertadas e continuem investindo na melhoria do processo produtivo, trazendo mais renda e qualidade de vida aos trabalhadores rurais e pescadores catarinenses", ressalta Ricardo de Gouvêa.

Os programas de fomento da Secretaria da Agricultura apoiam os produtores rurais e pescadores na aquisição de bens e serviços para melhoria de processo produtivo, turismo rural, agroindustrialização, novas tecnologias, gestão da propriedade rural e até mesmo na compra de animais para melhoramento genético. Além disso, existem linhas especiais para mulheres e jovens, desenvolvimento da produção orgânica e cuidado com o solo.

A partir deste ano, os jovens pescadores e agricultores e as mulheres terão atendimento prioritário na liberação de recursos. Todos os programas necessitam de um projeto técnico elaborado pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) e recebem acompanhamento ao longo da execução.

Menos Juros

O Programa Menos Juros possibilitará investimentos de R$ 140 milhões no meio rural e pesqueiro de Santa Catarina. Os agricultores e pescadores contam com o apoio da Secretaria da Agricultura para subvencionar parte dos juros dos financiamentos contratados para aumentar a renda e criar oportunidades de trabalho.

Serão atendidos produtores rurais e pescadores enquadrados no Pronaf (O Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar) e os financiamentos terão um limite de R$ 100 mil e juros de até 2,5% ao ano, durante um período máximo de oito anos. O investimento do Governo do Estado será de R$ 1,6 milhão ao ano.

Programa de Fomento e Apoio a Negócios Rurais e Pesqueiros de Santa Catarina

Através do Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR), a Secretaria da Agricultura concede financiamento para aumentar a rentabilidade, inovação, organização do produtor e apoio à legalidade produtiva e à produção orgânica. Serão R$ 13 milhões em recursos disponíveis para financiamento sem juros.

Dentro do Programa de Fomento existem linhas de créditos especiais para aquisição de Kit Informática, compra de animais para melhoramento genético, investimentos na piscicultura, apoio para jovens agricultores e pescadores. A novidade é a criação de uma linha de crédito específica para atendimento da produção orgânica em Santa Catarina.

Terra-Boa

Já em andamento, o Programa Terra-Boa terá investimentos de R$ 47 milhões para ampliar a produtividade e a renda no meio rural catarinense. Este ano, a Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca irá apoiar a aquisição de 300 mil toneladas de calcário, 200 mil sacas de semente de milho, mil kits forrageira, 500 kits apicultura e cinco mil abelhas rainha. A expectativa do Programa é atender cerca de 70 mil agricultores catarinenses em 2019

Além disso, o Programa conta com uma novidade para os próximos dias, terá uma linha de apoio para cobertura verde em áreas agrícolas. O Solo Saudável investirá R$ 1,2 milhão para minimizar a erosão e melhorar a qualidade do solo. Previsão de atender 600 famílias com insumos para correção de solo, sementes de adubos verdes e fertilizantes.

Programa Irrigar e Cobertura de Pomares

A Secretaria da Agricultura dá sequência aos Programas Irrigar e Cobertura de Pomares para incentivar o armazenamento de água da chuva e o uso de telas antigranizo nos pomares de maçã, uva e frutas de caroço.

 

Texto: Assessoria de Imprensa do Governo do Estado de Santa Catarina

Imagem: Unsplash

Veja também

Receita do setor agropecuário cresce 3,1% 05/02/19 VBP supera R$ 600 bilhões, impulsionado pelo setor agrícola.  O Valor Bruto da Produção (VBP) do setor agropecuário, que mede o faturamento da atividade “dentro da porteira”, fechou 2018 em R$ 600,3 bilhões, crescimento de 3,1% em relação a 2017, segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). O......
Impactos do coronavírus para o agro23/03 A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) traça um cenário do impacto da pandemia do Covid-19 para o agro, a partir de levantamentos periódicos de informações sobre o cenário......
Fumicultores perdem rentabilidade no sul do País02/06 Os produtores de tabaco de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul estão encerrando a safra 2019/2020 com números nada animadores para a rentabilidade do setor. A média de venda da maioria dos fumicultores está abaixo do......

Voltar para EDITORIAS