-
Postado em 14 de Novembro de 2019 às 10h28

Seminário da Faesc/Senar reúne produtores de leite de SC em Chapecó

Eventos (69)

Cerca de 1.700 produtores rurais participam do 2º Seminário Estadual do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) em Bovinocultura de Leite nesta quinta-feira (14 de novembro), a partir das 9 horas da manhã, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nês, em Chapecó.

O evento é uma iniciativa da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/SC) com apoio da Prefeitura de Chapecó.

O presidente do sistema FAESC/SENAR-SC José Zeferino Pedrozo explica que o objetivo do Seminário é reunir produtores rurais de todo o estado para discutir temas ligados à bovinocultura de leite, que tem como objetivos o aumento da produção, a melhoria da produtividade e a qualificação da gestão da propriedade rural.

Às 9 horas iniciará a recepção e o credenciamento. Às 9h30, o Seminário será oficialmente aberto pelo presidente Pedrozo que, na sequência, fará a apresentação dos resultados do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) em Bovinocultura de Leite.

Às 10h45, o zootecnista e especialista em produção e nutrição de ruminantes Renato Palma Nogueira palestrará sobre o tema "Nutrição para vacas leiteiras na prática".

Às 11h30, o médico veterinário, mestre em produção animal e especialista em bovinocultura de leite Mário Sérgio Ferreira Zoni falará sobre "Gestão na atividade leiteira".

Às 12h15 iniciará a apresentação dos casos de sucesso do programa ATeG em Bovinocultura de Leite. Em seguida será lançado o programa Certifica ATeG Leite. O almoço de encerramento será servido às 13 horas.

Resultados

O objetivo do Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) em Bovinocultura de Leite é implantar um modelo de gestão das propriedades rurais que envolva todos os processos da cadeia produtiva e possibilite a realização de ações efetivas nas áreas econômica, social e ambiental. Além dos processos de gestão de negócios para proporcionar a evolução socioeconômica da família e da comunidade.

Esse programa é baseado em um modelo de prestação de serviços de assistência técnica continuada, fundamentada em cinco passos: diagnóstico produtivo individualizado, planejamento estratégico, adequação tecnológica, capacitação profissional complementar e avaliação sistemática de resultados.

Desde que iniciou o ATeG no território catarinense, em 2016, foram organizados 101 grupos de bovinocultura de leite em 152 municípios, beneficiadas 2.757 propriedades rurais com 176.472 horas de consultoria.

O presidente do Sistema FAESC/SENAR enalteceu que os resultados desse programa são expressivos e animadores. "Desde que o programa começou percebemos um avanço na qualidade e na quantidade do leite produzido. Essa evolução é possível graças às visitas técnicas e gerenciais que ocorrem mensalmente e levam ao campo o que existe de mais atual", afirmou.

 

Texto: MB Comunicação

Fotos: Rafaela Munaretto

Veja também

SBSS: Como as boas práticas produtivas interferem no uso de antimicrobianos na suinocultura19/07/19 Por décadas, os antimicrobianos têm sido utilizados na produção animal, seja para tratamento ou como promotor de crescimento. No entanto, nos últimos anos essa prática vem sendo repensada e os promotores de crescimento estão sendo banidos da produção. Da mesma forma, a pressão do consumidor sobre este tema tem sido uma constante. A 12ª......
Brasil Pork Event reúne em Foz, a elite da suinocultura brasileira09/09/19 Maior encontro latino-americano de negócios em suinocultura, em sua terceira edição, o Brasil Pork Event, vai reunir em Foz do Iguaçu (PR), nos próximos dias 11 e 12, produtores, pesquisadores e executivos de empresas e......

Voltar para EDITORIAS