-
Postado em 15 de Agosto de 2019 às 09h17

Visitas técnicas mostrarão projetos que utilizam biogás para geração de energia elétrica, térmica e combustível veicular

Eventos (105)

Os participantes do 2º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano, que será realizado de 04 a 06 de setembro, em Chapecó (SC), terão a oportunidade de conhecer in loco projetos de biogás e biometano desenvolvidos naquele Estado. O terceiro e último dia do evento, 06 de setembro, será destinado às visitas técnicas.

Estão programados dois roteiros. O roteiro 01 terá como destinos a Central de Tratamento de Resíduos Sólidos Industriais (Cetric), em Chapecó, e a Embrapa Suínos e Aves, em Concórdia. Na Cetric, os participantes conhecerão a experiência do aproveitamento do biogás, recuperado do lixiviado do aterro industrial, para a secagem de lodo e geração de energia elétrica. O grupo Cetric é uma das principais empresas nacionais que atua na coleta, gestão, tratamento e disposição final de resíduos industriais.

Em outra unidade a ser visitada nesse roteiro, o Biogásfort - Unidade de produção de biometano, localizado na Embrapa Suínos e Aves de Concórdia, será demonstrada a rota tecnológica e a oportunidade de uso do biogás como matéria-prima para produzir combustível veicular: o biometano. Os visitantes conhecerão o sistema de tratamento de dejetos dos suínos, provenientes das granjas experimentais da Embrapa Suínos e Aves. O biogás gerado no tratamento dos dejetos é destinado à unidade Biogásfort, planta piloto na qual o biogás é purificado e convertido em biometano sob alta pressão para uso veicular.

Neste processo, durante a purificação do biogás, a dessulfurização ocorre por biofiltro desenvolvido por pesquisadores da Embrapa, que utiliza o próprio dejeto tratado no processo. Já a conversão em biometano é efetuada por uma planta compacta da Janus&Pergher. O biogás pode ser utilizado tanto para aquecimento em caldeiras como para geração de energia elétrica, ou também favorece a purificação posterior no caso do biometano para uso veicular. Ainda na Embrapa em Concórdia, os participantes da visita técnica terão a oportunidade de conhecer outras instalações da instituição, como a planta de compostagem mecanizada e o Laboratório de Estudos em Biogás.

No roteiro 02 será visitado o Sistema de Tratamento de Efluentes da Suinocultura (Sistrates) na Granja São Roque do Grupo Master, em Videira (SC). O projeto apresenta uma alternativa de geração de energia elétrica a partir do biogás conciliada ao tratamento de efluentes para atender padrões de lançamento conforme a resolução Conama 430. A planta é projetada para tratamento dos dejetos de 5000 matrizes, o que representa cerca de 200 m3 de efluente tratados diariamente. O módulo de produção de biogás contempla tanto biodigestores tipo lagoa coberta (que trata a porção líquida dos dejetos) quanto biodigestor agitado e aquecido (que trata a fração sólida). A unidade conta com sistema de monitoramento remoto da qualidade do biogás e dessulfurização biológica por sistema Awidesulf da Awite Bioenergia.

A visita técnica desse roteiro também contempla um momento de descontração na Cervejaria Bierbaum, no município de Treze Tílias, onde os participantes poderão conhecer sobre o processo de produção e degustar as cervejas artesanais.

Inscrições

Os dois roteiros de visitas técnicas têm vagas limitadas. As visitas são exclusivas para os participantes inscritos no Fórum nos dias 04 e 05 de setembro. O investimento para o roteiro 1 é de R$ 130,00 e para o roteiro 2 é de R$ 150,00.

A inscrição deve ser feita no site do evento. http://www.biogasebiometano.com.br/inscricao

Revista Setor Agro & Negócios Programação do Fórum Além das visitas técnicas, integram a programação do Fórum painéis, debates e apresentação de cases,...

Programação do Fórum

Além das visitas técnicas, integram a programação do Fórum painéis, debates e apresentação de cases, possibilitando a discussão sobre políticas públicas, inovação, tecnologias, processos e panorama setorial de oportunidades. O Fórum também contará com o Espaço Biogás de Negócios, um ambiente para que empresas e entidades possam divulgar produtos e serviços, ampliar networking, firmar parcerias e realizar negócios.

Para saber mais

O que é biogás?

É uma mistura de gases composta principalmente por metano e dióxido de carbono, obtida normalmente através do tratamento de resíduos domésticos, agropecuários e industriais, por meio de processo de biodegradação anaeróbia, ou seja, na ausência de oxigênio. O biogás pode ser aplicado na geração de energia elétrica e energia térmica e na produção de biometano, um biocombustível similar ao gás natural. Durante o processo, também há produção de biofertilizante.

Quem pode produzir biogás?

Propriedades rurais, aterros sanitários e indústrias relacionadas à agropecuária. Também é possível produzir biogás com esgoto e resíduos de alimentos (domésticos, comerciais e industriais).

Realização do Fórum

A realização do 2º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano é do Arranjo Produtivo Local Metalmecânico e Automotivo da Serra Gaúcha (APL MMeA), do Centro Internacional de Energias Renováveis–Biogás (CIBiogás), do Instituto Senai de Tecnologia em Petróleo, Gás e Energia (IST PGE), da Embrapa Suínos e Aves e da Universidade de Caxias do Sul (UCS)/TecnoUCS. A correalização é da Unochapecó/Parque Científico e Tecnológico Chapecó@.

O evento tem patrocínio Ouro da FAPESC, patrocínio Prata do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e patrocínio Bronze do Grupo Cetric, CHP Brasil, Janus & Pergher, e Companhia de Gás de Santa Catarina (SCGás).

O apoio é da Abiogás, Governo do RS por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Infraestrutura, Fiesc, Fiergs, Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados no Estado de Santa Catarina, Sistema Ocergs Sescoop/RS, Sociedade Brasileira dos Especialistas em Resíduos das Produções Agropecuária e Agroindustrial (Sbera), Low Carbon Business Action Brazil, Unido, Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Chapecó e Região Convention& Visitors Bureau, Prefeitura de Chapecó e Associação Brasileira de Recuperação Energética de Resíduos (Abren).

 

Foto 1 - Unidade de produção de biometano na Embrapa Suínos e Aves, em Concórdia (SC) . Crédito da foto: Claudete Klein

Foto 2 - Unidade de produção de biometano na Embrapa Suínos e Aves, em Concórdia (SC). Crédito da foto: Marina Schmitt

Texto: Assessoria de Comunicação Adri Silva

Veja também

21º Simpósio Brasil Sul de Avicultura (SBSA) é adiado17/03/20 Diante do presente cenário e informações em torno do COVID-19 (Coronavírus) veiculadas nos últimos dias, considerando se tratar de uma enfermidade emergente de gravidade reconhecida, mediante as recentes recomendações da Organização Mundial de Saúde, do Ministerio da Saúde Brasileiro, da Associação Brasileira de......

Voltar para EDITORIAS