-
Postado em 08 de Setembro às 22h03

Aplicativo oferece informações mais precisas sobre meteorologia para produtores rurais

+ Agro (113)

Com o Agromet será possível incluir áreas produtoras de culturas como algodão, arroz, café, cana-de-açúcar, culturas de inverno e culturas de verão aos mapas de previsão.

 

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) apresentou na quinta-feira (26) o sistema Agromet, que irá fornecer informações precisas e atualizadas aos produtores rurais sobre previsão de tempo em sua localidade e diferenciadas por produção. Por meio de um portal e um aplicativo, será possível acessar um mapa navegável de previsão de chuva, temperatura e umidade para os próximos sete dias.

O sistema foi apresentado pelo diretor do Inmet, Miguel Ivan Novato, durante o lançamento das Perspectivas para a Agropecuária Safra 2021/22 – Edição Grãos, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Segundo o diretor, o objetivo do Agromet é apoiar o setor agrícola na tomada de decisões

“Isso vai ser uma revolução para a gestão do agronegócio. Estamos entregando uma ferramenta a custo zero para o produtor”, disse o diretor do Inmet, lembrando a integração das informações com a Conab.

O diferencial do Agromet será a opção de incluir áreas produtoras de culturas como algodão, arroz, café, cana-de-açúcar, culturas de inverno e culturas de verão (primeira e segunda safra) aos mapas de previsão. Além disso, ao clicar em qualquer ponto do mapa o usuário terá acesso à previsão do tempo para sete dias daquele ponto.

Também será possível acessar dados observados em tempo real nas Estações Meteorológicas do Inmet, imagens de satélite em tempo real, previsão de chuva, temperatura do ar e umidade relativa para sete dias e possibilidade de sobreposição de informações (diferentes camadas no mapa)

O Mapa está disponível em mapas.inmet.gov.br, no portal do Inmet e no aplicativo de Previsão de Tempo: INMET, disponível para Android e IOS pelos links: Android ou IOS

 

Texto e imagem: www.gov.br

Veja também

Crise dos insumos ameaça indústria da proteína animal em SC e no Brasil24/05Entidades alertam que preço da carne subirá para o consumidor brasileiro. Uma das maiores cadeias produtivas do País está sob ameaça A indústria da proteína animal vive uma crise sem precedentes em razão do super encarecimento dos preços dos grãos (milho e soja) – insumos que representam 70% dos custos do setor – situação que ameaça uma gigantesca cadeia produtiva que somente em território barriga-verde sustenta 60 mil empregos diretos e 480 mil empregos indiretos. O......
CNA pede inclusão de produtores rurais nos grupos prioritários de vacinação11/03Medida é importante para garantir a saúde de todos os envolvidos na produção de alimentos, atividade considerada essencial durante a pandemia A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) enviou na sexta (29) um ofício ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, solicitando a inclusão dos produtores rurais e demais envolvidos na cadeia de......
Agroindústria: exemplo em sanidade03/09/20A rotina mudou e novos processos foram anexados ao que já era feito para manter a qualidade dos alimentos. O Brasil é reconhecido internacionalmente por sua vocação agrícola. É autossuficiente na produção de alimentos e um dos grandes exportadores para o mundo. Hoje, a proteína animal nacional chega a 194......

Voltar para EDITORIAS