-
Postado em 04 de Novembro de 2019 às 16h13

Chuvas afetam o potencial produtivo das lavouras de arroz

Grãos (71)

Novas previsões de mau tempo, para os próximos dias, no Rio Grande do Sul, podem afetar a produtividade das lavouras de arroz. Os grandes volumes de chuvas, fortes rajadas de vento e até granizo em algumas regiões dedicadas ao cultivo do cereal preocupam os produtores. Em alguns municípios, as precipitações ultrapassaram 400 milímetros em outubro, causando prejuízos e transtornos às comunidades locais.

De acordo com o presidente da Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz), Alexandre Velho, a instabilidade do clima já está causando atraso no manejo das áreas plantadas. Citando informações do Instituto Riograndense do Arroz (Irga), o dirigente destaca que a semeadura da lavoura do Estado, até 25 de outubro, somava 48,40%. "Algumas áreas do Estado poderão ficar impedidas de aproveitar aquele que seria o melhor período para o plantio que se encerra no dia 15 de novembro", alerta.

As recentes chuvas ocorridas nesta semana e a expectativa de novas precipitações começam a deixar muito ajustada a janela para o melhor período recomendado à semeadura do arroz irrigado, que é até o dia 15 de novembro, para todas as regiões arrozeiras. Por regiões, a semeadura atingiu, 76,27% na Fronteira-Oeste, 53,18% na Zona Sul, 50,45% na Campanha, 40,93% na Planície Costeira Interna, 17,19% na Planície Costeira Externa e 10,72% na Depressão Central.

 

Texto: Assessoria de Comunicação Federarroz

Imagem: Pexels

Veja também

Milhos desenvolvidos pela Epagri resistem à estiagem e ganham confiança dos agricultores04/03/20 A pouca chuva ocorrida entre o fim de 2019 e o início de 2020 em algumas regiões de Santa Catarina causou uma perda de 7,7% na safra estadual de milho, segundo estudo do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola da Epagri (Epagri/Cepa). Mas, para aqueles que apostaram nos milhos Variedade de Polinização Aberta (VPA) da Epagri, a situação é mais tranquila.......
Embarques de milho somam US$ 1,34 bi em agosto, alta de 169,2%13/09/19 Com uma safra recorde de cerca de 100 milhões de toneladas de milho, as exportações do cereal foram recorde em agosto deste ano e atingiram US$ 1,34 bilhão no período (+169,2%) e também em quantidade embarcada com 7,6......

Voltar para EDITORIAS