-
Postado em 20 de Novembro de 2019 às 11h08

CNA prevê aumento de 7,2% no valor bruto da produção precuária em 2019

Mercado (147)

O Valor Bruto da Produção (VBP) do ramo pecuário deve alcançar R$ 234,5 bilhões em 2019, um crescimento de 7,2% se comparado ao ano passado. A estimativa é da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Segundo o assessor técnico do Núcleo Econômico da CNA, Paulo André Camuri, o aumento é reflexo da qualidade e da competitividade do produtor brasileiro e do surto de Peste Suína Africana (PSA), que atinge os rebanhos na China desde agosto de 2018.

"O avanço da doença no país asiático, que é o maior consumidor de carne suína do mundo, impactou o cenário global de oferta de alimentos e os preços, principalmente de carne suína e de frango", disse.

O boletim da Confederação destaca o bom momento das proteínas e aponta alta nos VBPs de suínos (24,7%), frangos (14,1%), leite (8,1%) e carne bovina (4%). Apenas o setor de ovos deve ter queda (-12,7%).

Dados até outubro mostram que o VBP, que mede o faturamento bruto da atividade "da porteira para dentro", deve chegar a R$ 614,55 bilhões, um leve aumento de 0,1% frente a 2018.

Paulo explica que apesar da estabilidade, o VBP do ramo agrícola deve encerrar o ano com queda de -3,8%, alcançando R$ 380,1 bilhões.

O cenário de redução de 11,1% nos preços do café arábica e de 14,8% do robusta, somado à queda da produção, devem resultar em queda de 35,5% do VBP do café em relação ao ano anterior.

O VBP da soja também deve ter recuo de R$ 20 bilhões no VBP (-12%), por causa das reduções de 8,8% nos preços e de 3,6% na produção. Apesar dessas quedas, algumas culturas devem apresentar alta, como o milho (+16,8%) e o algodão (+11,9%).

Texto e gráfico: Assessoria de Comunicação CNA

Foto: Pixabay

Veja também

Notas oficiais sobre possível detecção de traços de vírus em embalagem de produto de origem brasileira13/08/20 A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) informa que o setor produtivo está analisando as informações de possível detecção de TRAÇOS DE VÍRUS em EMBALAGEM de produto de origem brasileira, feita por autoridades municipais de Shenzen, na China. Ainda não está claro em que momento houve a eventual......
Produtores de maçã comemoram a chegada do frio em Santa Catarina08/07/19 As baixas temperaturas dos últimos dias vieram para tranquilizar os produtores de maçã de Santa Catarina. As macieiras precisam do frio para se desenvolver e gerar bons frutos, justamente por isso são plantadas nas regiões......

Voltar para EDITORIAS