-
Postado em 06 de Janeiro às 21h40

Copercampos fecha 2020 com faturamento recorde, acima de R$ 2 bilhões

Cooperativas (43)

Áreas de cereais, sementes, suinocultura e supermercados tiveram destaque no ano

Em crescimento constante, a Copercampos atingiu em um ano repleto de desafios, a melhor receita financeira de sua história. Mesmo com a redução na produção de grãos, o alto valor das commodities impactou positivamente no resultado e com a diversificação de atividades, a cooperativa registrou um faturamento de R$ 2.268.041.682,33, superando pela primeira vez, a marca dos R$ 2 bilhões.

Se em 2019, a cooperativa registrou recorde de faturamento acima de R$ 1,7 bilhão, em 2020, novos desafios foram impostos aos profissionais e associados. A pandemia causada pelo novo coronavírus causou apreensão às pessoas e perdas irreparáveis, mas 2020 foi especial para a Copercampos. O ano marcou o cinquentenário da cooperativa que promove com sustentabilidade, o sucesso do homem do campo.

O resultado histórico está associado a ampliação da área de atuação e áreas de negócios, assim como a valorização dos produtos. A alta demanda e valorização do setor de carnes, garantiu ao setor de suinocultura da cooperativa um excelente resultado. A área registrou faturamento superior aos R$ 216 milhões, 45% acima da meta orçamentária estipulada. Além deste setor, a área de cereais registrou grande marca, com faturamento acima de 1,1 bilhão e 40% acima da meta. O setor de sementes aproveitou as oportunidades do mercado e também teve incremento de faturamento, chegando aos R$ 296 milhões, 35% acima da meta estipulada anteriormente. Outra área que merece destaque é a de Supermercados. Com quatro unidades, o setor atingiu faturamento de R$ 140 milhões em 2020, contra R$ 114 mi em 2019, por exemplo.

De acordo com o Diretor Presidente da Copercampos, Luiz Carlos Chiocca, o ano de 2020 pode ser definido com uma palavra: superação. “A pandemia nos impôs novas formas de se relacionar, de nos aproximarmos das pessoas, mas também foi repleta de oportunidades. O mercado de carnes de suínos que já estava aquecido com a alta demanda chinesa ficou ainda mais forte e nós, com este setor, tivemos um grande resultado. Com a produção de animais de alta qualidade, conseguimos atender o mercado e gerar receitas. Estamos fortalecendo a área, ampliamos nossa estrutura de granjas e da Indústria de Rações porque acreditamos na diversificação de atividades dentro da cooperativa. Nisso também os Supermercados e Sementes, nos demonstram que estamos no caminho certo, gerando receitas e oportunizando aos clientes e associados, produtos de qualidade”, destaca o Diretor Presidente da Copercampos.

No ano, ações para reduzir os custos e manter as margens dos negócios foram impostas e consolidadas. Segundo o Presidente Luiz Carlos Chiocca, o desafio do Agro, ano a ano, é de obter receita líquida com uma carga tributária excessiva. “Temos promovido debates e capacitações para que nossa equipe de funcionários desenvolva suas atividades com qualidade, mas pensando sempre na redução de custos. Nas propriedades rurais, também precisamos focar nisso, pois as margens são cada vez menores no campo. O produtor deve focar na área administrativa, ter planejamento e custos atualizados para continuar prosperando. Na cooperativa estamos buscando um controle cada vez mais eficaz para que mesmo com a alta carga tributária de nosso país, possamos crescer com sustentabilidade”, ressalta ainda.

 

 

 

Texto e imagem: Copercampos

Veja também

Aviagen inicia operações na Argentina com novas instalações em San Juan10/03A Aviagen se torna a primeira empresa de genética de aves com operação na Argentina Em 18 de Dezembro, a Aviagen(R) inaugurou uma nova subsidiária na América Latina, a Aviagen Argentina. Localizada na província de San Juan e composta por uma granja de avós, um incubatório de matrizes e uma fábrica de ração, a Aviagen Argentina se torna a primeira operação avícola independente de integrações com......
Respeito e dedicação: Uma grande família chamada Aurora12/11/20 No ambiente dessa cooperativa de alimentos, que hoje é considerada uma das maiores e mais queridas do Brasil, é comum repetir que as pessoas são o principal ativo. Elas trazem vida à Aurora Alimentos todos os dias, seja produzindo......

Voltar para EDITORIAS