-
Postado em 08 de Dezembro de 2020 às 22h23

Grupo aposta na modernização da indústria para crescer em 2021

Cooperativas (45)

Mesmo com a crise gerada pela pandemia em 2020, grupo registra crescimento e prevê uma retomada ainda maior em 2021

O Grupo Soma Sul, um dos maiores no ramo de codificação industrial e de equipamentos de inspeção de alimentos do Brasil, está comemorando 21 anos com o olhar para o futuro.

Com seis unidades distribuídas pelo sul do país, três delas no Paraná (Toledo, Maringá e Curitiba), duas em Santa Catarina (Chapecó e Joinville) e outra em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, a empresa acredita na ampla retomada das indústrias brasileiras em 2021 e nos investimentos na modernização de seus processos produtivos. Por isso, projeta retornar ao vetor forte de crescimento para números acima de 20% ao ano, movimento que foi interrompido em ocasião da pandemia de Covid-19.

Em 2019, as empresas que formam o grupo - Soma Sul, SKG e Soma Flux - tiveram um faturamento de 40 milhões de reais. Para este ano, mesmo com a pandemia, o crescimento registrado beira os 5%.

Gustavo Martins e Gilberto Dick, sócios-diretores da Soma Sul. "Com a chegada da pandemia seguramos o caixa e os investimentos, esperando uma grande queda nos negócios. Mas, passado o susto inicial que aconteceu no primeiro semestre, as vendas de algumas das nossas linhas de equipamentos surpreenderam. Pudemos manter nossas metas e, assim, seguimos investindo em capacitação do nosso pessoal interno, bem como na contratação de novos colaboradores", explica Gustavo Müller Martins, CEO do Grupo Soma Sul.

Em 2020, o projeto de expansão da empresa foi mantido com a abertura de um novo escritório regional com área para assistência técnica e centro de distribuição em Joinville (SC), região importante no cenário industrial brasileiro e nos planos estratégicos da empresa.

"Além disso, neste ano, iniciamos a distribuição direta da fabricante francesa Gravotech, que possui um portfólio maior de produtos e permitiu acesso a tecnologias que até então não tínhamos. Com isso, nossa oferta de produtos aos clientes cresceu bastante. Hoje, somos a empresa no Brasil que possui o maior e mais completo portfólio de produtos e tecnologias para marcação e identificação industrial", orgulha-se o CEO do Grupo Soma Sul.

Para 2021, Müller está otimista, mas sem fechar os olhos para a realidade mundial, já que a crise gerada pela pandemia de Covid-19 deverá refletir, ainda, mesmo que moderadamente, em todos os setores da economia. "Esperamos um crescimento orgânico. Estamos montando uma equipe maior e mais experiente, já prevendo novas expansões futuras e melhorias no grupo como um todo", revela.

Unidade da Soma Sul em Curitiba (PR). Ao todo, Grupo conta com seis unidades na região sul do país.

 

 

Texto: Engenharia de Comunicação

Imagem: Unsplash

Veja também

Crescimento das cooperativas em 2019 (sem pandemia) foi 12 vezes o da economia brasileira15/05/20 Foi um desempenho histórico que, em face da pandemia do novo coronavírus, não se repetirá em 2020. As cooperativas catarinenses cresceram 13,71% em 2019 – ou seja, 12 vezes mais que a economia brasileira – e obtiveram receita operacional bruta de 40,7 bilhões de reais, de acordo com levantamento da Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina......
Crise na China pode ser oportunidade para cooperativas15/05/19 Uma comitiva brasileira, chefiada pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, e que conta com a participação do coordenador da Câmara Temática do Leite da Organização das......
Aurora inaugura segunda unidade de disseminação de genes16/04/19 A Cooperativa Central Aurora Alimentos – terceiro maior grupo industrial de alimentos cárneos do Brasil inaugura  nesta terça-feira (16) a segunda Unidade de Disseminação de Genes (UDG II) que permitirá ampliar em......

Voltar para EDITORIAS