-
Postado em 26 de Fevereiro de 2020 às 09h37

Setor produtivo de SC reúne-se com governador

Em reunião com o governador Carlos Moisés da Silva, no dia 19 de fevereiro, as entidades do Conselho das Federações Empresariais de Santa Catarina (COFEM) debateram pauta ligada ao desenvolvimento do Estado e manifestaram apoio à reforma da previdência estadual. Na reunião, realizada na Casa da Agronômica, em Florianópolis, foram discutidos incentivos ao setor agrícola e ao transporte de cargas, política para o turismo, licenciamento ambiental e ações ligadas à inovação.

"Foi uma reunião positiva. Demonstramos ao governador as nossas demandas e estamos à disposição para defender os interesses do Estado, como a reforma da previdência, que é uma discussão que a sociedade tem que enfrentar com muita responsabilidade para que possamos ter a garantia de pagamento para quem já é aposentado e para os trabalhadores que irão se aposentar", afirmou o presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina, Mario Cezar de Aguiar, ao final do encontro.

O COFEM é integrado pelas federações das indústrias (FIESC), do comércio (Fecomércio), da agricultura (FAESC), dos transportes (Fetrancesc), das associações empresariais (FACISC), das câmaras de dirigentes lojistas (FCDL) e das micro e pequenas empresas (Fampesc).

 

Texto: Assessoria de Imprensa da FIESC

Foto: Filipe Scotti

Veja também

Mercoagro 2020: Programa Encadear contribui com o desenvolvimento da cadeia do agro25/11/19 Para avaliar o nível de competitividade da empresa e possibilitar a identificação de necessidades em desenvolvimento por tema de gestão, o Sebrae/SC e a Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) disponibilizam o Programa Encadear Mercoagro 2020 especificamente para as empresas expositoras da Feira Internacional de Negócios, Processamento e......
Novos caminhos do agronegócio, por Charlie Conner29/04 Por Charlie Conner, CEO da Sotran Logística*  Ao longo da última década, o agronegócio no Brasil tem se expandido consideravelmente, gerando novas oportunidades de comércio a nível mundial. Este ano......

Voltar para EDITORIAS