-
Postado em 11 de Maio às 21h49

Syngenta utiliza embalagens de resina reciclada para armazenar defensivos agrícolas

+ Agro (122)

Recipientes sustentáveis se conectam aos compromissos de redução de carbono nas operações da empresa em 50% até 2030

Pioneira em apoiar e adotar os produtos reciclados do Sistema Campo Limpo (programa de logística reversa de embalagens vazias e sobras pós-consumo de defensivos agrícolas), a Syngenta foi uma das primeiras empresas do setor de agroquímicos a utilizar em sua operação recipientes de defensivos agrícolas fabricados a partir de resina reciclada de embalagens que armazenavam ingredientes semelhantes.

A utilização dessas embalagens recicladas, identificadas pelo selo ECO TRIEX®, conecta-se aos compromissos do Plano de Agricultura Sustentável da Syngenta, entre os quais destacam-se a redução da intensidade de carbono das operações da empresa em 50% até 2030, a contribuição com a meta do Acordo de Paris sobre mudança climática e a adesão ao compromisso da SBTi de impedir um aumento da temperatura global acima de 1,5 °C.

“Em 2020, um terço dos recipientes utilizados pela Syngenta foram feitos de resina reciclada, entre os quais os com o selo ECO TRIEX®. Neste ano, o objetivo é incrementar ainda mais o consumo de resina reciclada”, ressalta Jorge Buzzetto, diretor de Operações Supply Brasil da Syngenta. Segundo o executivo, além dos compromissos que visam a redução de emissões e controle da temperatura global, o Plano de Agricultura Sustentável da Syngenta traz a meta de lançar duas tecnologias disruptivas a cada ano para auxiliar os produtores a enfrentar as mudanças climáticas.

“Com isso, a empresa tem como objetivo contribuir para a aceleração da inovação para os agricultores e redução de impactos ambientais; intensificar o trabalho para que a agricultura seja neutra em carbono; promover a segurança e a saúde das pessoas; e estabelecer parcerias estratégicas”, completa.

Redução de emissões
Por concretizar o conceito de economia circular, o Sistema Campo Limpo – programa que tem o inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias) como entidade gestora – gera vários benefícios ambientais, entre eles a redução de emissões de gás carbônico equivalente (CO?e). Isso acontece porque de cada 100 embalagens recebidas pelo programa, 94 são recicladas, tanto transformadas em resinas para artefatos diversos, quanto usadas como matéria-prima para a fabricação de novas embalagens de defensivos agrícolas (Ecoplástica®) e tampas (Ecocap®), fabricadas pela recicladora Campo Limpo, que desenvolveu o selo ECO TRIEX®.

O Sistema superou o marco de 600 mil toneladas de embalagens vazias encaminhadas para destino ambientalmente adequado, desde 2002. Com isso, evitou que mais de 820 mil toneladas de CO?e fossem despejadas na atmosfera. O volume equivale a aproximadamente 15,5 mil viagens de caminhão ao redor da Terra.

“A parceria estratégica com o inpEV e a Campo Limpo, entre outras, assim como a utilização de embalagens de cunho sustentável, estão no cerne dos valores e compromissos da Syngenta com a sustentabilidade, os quais buscam uma agricultura equilibrada por meio da harmonia entre os pilares econômico, social e ambiental”, destaca Buzzetto.

 


Sobre a Syngenta
A Syngenta é uma empresa líder no segmento agrícola, que tem como ambição ajudar a nutrir o mundo e cuidar do planeta. Visamos melhorar a sustentabilidade, qualidade e segurança da agricultura por meio de ciência de ponta e soluções inovadoras para os cultivos. Nossas tecnologias permitem que milhões de agricultores em todo o mundo façam melhor uso dos recursos agrícolas disponíveis. Temos 28 mil funcionários em mais de 90 países trabalhando para transformar a forma como os cultivos são plantados e manejados. Por meio de parcerias, colaborações e o The Good Growth Plan, nosso Plano de Agricultura Sustentável, nos comprometemos a aumentar a produtividade nas fazendas, resgatar terras da degradação, promover a biodiversidade e revitalizar comunidades rurais. Para saber mais, acesse www.syngenta.com.br e www.portalsyngenta.com.br. Siga-nos no Facebook em facebook.com/SyngentaBrasil/, no Twitter em @SyngentaBrasil e no Instagram em @SyngentaBrasil.

 

Texto: Agência Race

Imagem: Unsplash

Veja também

Com foco na nutrição vegetal, SulGesso lança duas novas marcas de produtos da divisão MaxiSolo10/06Produzidos por empresa catarinense referência em sulfato de cálcio, SulfmaiS e Impacto S inovam com tecnologia exclusiva Na busca constante por evolução e voltada para a valorização do solo, a SulGesso, empresa líder na industrialização e comercialização de sulfato de cálcio no Sul do Brasil, apresenta duas novas marcas ao mercado. Ambas possuem aplicabilidade em todas as culturas agrícolas. Com tecnologia granulada por compressão, o fertilizante......
Tecnologias ajudam o agronegócio em época de quarentena26/03/20 No Brasil, o número de casos do Coronavírus continua subindo. Uma das recomendações decretadas é o isolamento, já que o ministério da saúde e os governos estaduais sugeriram que a população......
ACAV celebra Dia do Avicultor, comemorado nesta sexta-feira27/08/20 A cadeia produtiva da avicultura catarinense situa-se entre as mais avançadas do planeta. É sustentável, moderna, mantém milhares de empregos e gera riquezas para as famílias, os municípios, o Estado e o Brasil. Toda......

Voltar para EDITORIAS